Nova regra do crédito rotativo

Como funciona hoje?

Você pode pagar o mínimo (rotativo) todos os meses, e o saldo devedor é financiado até o próximo mês, mas essa situação pode levar à perda do controle financeiro.

Se você já paga o valor total ou costuma parcelar sua fatura, nada muda para você.

Como fica a fatura em abril?


 

Com a mudança da regra haverá a inclusão de uma nova opção de pagamento na sua fatura (entrada para financiamento), que neste primeiro mês não estará disponível.

Exemplo de uma fatura:

Como fica a fatura em maio?


 

Veja as opções de pagamento que estarão disponíveis para você:

Pagamento Total.

Pagando o valor total de R$ 461,36 você quita todos os débitos do mês. Essa é a melhor opção, pois evita juros nas outras faturas.

Pagamento mínimo.

Pagando o mínimo de R$ 291,36, você fica com o saldo devedor de R$ 170,00 + os encargos (R$16,83) que entrarão integralmente no valor mínimo da fatura de junho.

Parcelamento.

Você pode pagar o saldo total em 24x fixas de R$ 43,45, com taxa de juros menor que a do pagamento mínimo. É bom saber que é necessário pagar o valor exato da parcela até a data do vencimento.

Entrada para financiamento.

Se você tiver disponível apenas R$ 150,00 (valor entre R$ 43,46 e R$ 291,35), este valor pode servir como entrada para financiamento e o restante pode ser parcelado em 12x fixas, com taxa de juros igual à do parcelamento (C).

Ao escolher uma das opções de pagamento, todos os clientes continuam usando o Credicard normalmente e sem risco de bloqueio, pois não ficaram em atraso.

 

 

O que você ganha com a nova regra?

ícone cartão crédito

Você conta

com taxas de juros menores.

ícone código de barras

Sempre terá opções

com parcelas fixas que cabem no seu bolso.

ícone calendário

Tudo isso foi feito

para você ter mais controle financeiro.