Por Luiz Felipe Simões

 

Muitas pessoas têm vontade de investir seu dinheiro, mas não sabem o que fazer. Afinal, investimentos têm riscos e saber o jeito certo de entrar no tesouro direto, na bolsa ou comprar ações é uma garantia de não perder suas economias. Então que tal aprender o jeito certo? Vem com a gente, que nós vamos te ensinar!

 

Estude os investimentos

 

Antes de sair aportando seu dinheiro em qualquer investimento sem nem saber o que é, estude um pouco os diversos tipos de aplicações disponíveis. Existem diversas fontes de conhecimento sobre investimentos, além dos tradicionais livros e cursos: programas de TV, canais do YouTube e até contas do Instagram que atendem aos mais diversos perfis de investidores. Lembre-se de sempre procurar por contas confiáveis, que usem dicas comprovadas e com boas indicações de quem já segue.

 

Casas de análises

 

Se depois de algum tempo você perceber que não tem muito tempo para analisar os diversos tipos de investimento, não tem problema. Existem empresas que cobram pelo serviço de análise de investimentos para você. Elas são conhecidas como “Casas de Análises” ou “Casas de Research” e entregam relatórios bem objetivos para você tomar a sua decisão. Algumas até têm carteiras de investimentos recomendados para facilitar ainda mais. Na hora de escolher, confira avaliações de alguém que já foi cliente e o histórico dela.


Abra sua conta numa corretora

 

A corretora vai ser o meio de campo entre você e seus investimentos, por isso, o primeiro passo é procurar uma que atenda às suas necessidades. Existem diversos tipos de corretora: com ou sem taxa, para novatos ou experientes. O ideal é escolher a melhor para você com base no seu perfil e não ir na onda dos outros.

Com a conta aberta, é hora de transferir o dinheiro para a conta da corretora, que é bem parecida com uma conta corrente: você pode fazer depósitos e retiradas, além de investir nos mais diversos produtos financeiros. Quando o seu dinheiro cair, você será avisado que o saldo já está disponível para aportes, e é nessa hora que você começa a investir de fato.

Bom, agora que você já sabe como começar a investir, aqui vai uma última dica: o mais importante é estudar, ter disciplina e regularidade. Invista sempre que sobrar dinheiro, pois lá na frente um dinheirinho vira um dinheirão.

Quer começar a investir mas está com dívidas? Sem problemas, leia o nosso texto de como organizar a sua vida financeira!